Economia

Coronavírus: OCDE estima menor crescimento da economia em 11 anos

Organização estima que epidemia impacte resultado em 0,5 ponto porcentual e tenha menor taxa desde a crise global

02/03/2020 12h29
Por: Redação
Fonte: Veja Abril
83
No Brasil, há dois casos confirmados da doença . Foto:Victor Moriyama
No Brasil, há dois casos confirmados da doença . Foto:Victor Moriyama

A epidemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) fez com que a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) cortasse em meio ponto porcentual a expectativa de expansão da economia mundial em 2020. Segundo relatório divulgado nesta segunda-feira, 2, pela entidade, a economia mundial deve ter neste ano sua pior recessão desde a crise financeira global. A estimativa é que a economia avance 2,4% este ano, o nível mais baixo desde 2009, quando caiu 1,7% segundo o Banco Mundial. A previsão anterior da OCDE, feita em novembro, era de avanço de 2,9%.

 

A organização projetou que a economia global pode se recuperar com um crescimento de 3,3% em 2021, assumindo que a epidemia atinja o pico na China no primeiro trimestre deste ano e outros surtos sejam contidos. Entretanto, se o vírus se espalhar pela Ásia, Europa e América do Norte, o crescimento global pode cair para 1,5% este ano, alertou a OCDE.

 

“A principal mensagem para esse cenário de recuo é de que ele colocará muitos países em recessão, motivo pelo qual pedimos que medidas urgentes sejam adotadas nas áreas afetadas o mais rápido possível”, disse à Reuters a economista-chefe da OCDE, Laurence Boone.

 

Ela disse que os governos precisam dar suporte aos sistemas de saúde com pagamentos extras ou benefícios fiscais para trabalhadores que fazem horas extras e esquemas de trabalho para empresas que enfrentam recuo na demanda.

São Paulo - SP
Atualizado às 19h32
19°
Muitas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 18°
19°

Sensação

15 km/h

Vento

88%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias