Esportes

Jorge Sampaoli não seguirá como técnico do Santos em 2020

Peixe se posicionou por meio de nota na noite desta terça-feira e oficializou a saída do argentino.

11/12/2019 16h28
Por: Redação
Fonte: R7
105
Sampaolli e a comissão técnica acertaram de pagar a multa rescisória ao Peixe - Foto: Lance
Sampaolli e a comissão técnica acertaram de pagar a multa rescisória ao Peixe - Foto: Lance

Fim de novela! Jorge Sampaoli não continuará no Santos para 2020. Após uma reunião conturbada na última segunda-feira, no CT Rei Pelé, o argentino optou por não continuar seu trabalho na Baixada Santista.

Um dos principais fatores para a saída foi a má relação com José Carlos Peres. A situação ficou insustentável a partir do momento que as duas partes vazavam informações incertas para "queimar" o dirigente e o argentino. Com isso, chegou-se a conclusão de que não dava para dar continuidade.

Além do fator Peres, a dificuldade financeira do Santos sempre foi vista com desconfiança por Sampaoli. Os cofres do clube vivem situação delicada, e a única solução encontrada por Peres foi a venda de jogadores. Lucas Veríssimo está na ponta da lista. Além disso, Gustavo Henrique deixará o clube e Jorge não deve ser mantido.

O LANCE! apurou que tanto Jorge Sampaoli quanto sua comissão técnica pagarão as multas rescisórias. Apesar dos documentos ainda não terem sido assinados, há um acordo verbal.

Fora do Santos, Sampaoli analisará as ofertas que chegarem. Vale lembrar que ele quer continuar morando no Brasil e que o Palmeiras é o que mais insiste em sua contratação. Aliás, houve conversas do representante do técnico com os dirigentes do Verdão.

Sampaoli tem um grande carinho pelo Santos, por ter sido um clube que o acolheu em um momento delicado de sua carreira. O treinador estrangeiro teve sua carreira manchada após um trabalho ruim pela Seleção Argentina, e, mesmo após ter deixado dúvidas, o Peixe o contratou.

Mas apesar da admiração e vontade de ficar, Sampaoli afirmou que tomaria a decisão de seu futuro apenas profissionalmente, e não emocionalmente. E assim fez.

- Tenho que ser profissional. Não permitiria tomar desafio pelo emocional porque derrota doeria muito. Para ficar, tenho que ver um time capaz de disputar tudo. Preciso ver se tenho condição com a minha profissão. Clube me deixará claro amanhã. E eu sei o que necessito - afirmou Sampaoli, em entrevista coletiva, após a vitória sobre o Flamengo, por 4 a 0.

Sampaoli deixa o comando do Santos com 65 jogos, 35 vitórias, 15 empates e 15 derrotas. O treinador deixou o Peixe na segunda colocação, com 74 pontos, classificando o Alvinegro diretamente à fase de grupos da próxima Libertadores.

São Paulo - SP
Atualizado às 06h48
17°
Poucas nuvens Máxima: 29° - Mínima: 17°
17°

Sensação

11.5 km/h

Vento

77.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias