Política

Bolsonaro recebe deputados do PSL após criticar presidente do partido

Presidente recebeu parte da bancada do seu partido e os advogados Karina Kufa e Admar Gonzaga, ex-ministro do TSE.

09/10/2019 16h38
Por: Redação
47
Foto: Reprodução/SPJ
Foto: Reprodução/SPJ

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira (9) no Palácio do Planalto deputados da bancada do PSL, sua advogada Karina Kufa e o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga.

 

O encontro não constava na agenda oficial do presidente, mas foi confirmado pela assessoria do Palácio do Planalto. Bolsonaro recebeu parlamentares e os advogados um dia após sugerir a um apoiador que esquecesse o PSL, partido ao qual é filiado.

 

Na oportunidade, um homem se apresentou como pré-candidato do PSL em Recife e ouviu de Bolsonaro que era para esquecer a legenda. Bolsonaro ainda disse para o apoiador que o presidente do partido, o deputado federal Luciano Bivar (PE), estava "queimado".

 

Diante do episódio registrado nesta terça-feira (8), surgiram rumores de uma possível saída de Bolsonaro do PSL, partido ao qual se filiou em 2018 para disputar a eleição.O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira (9) no Palácio do Planalto deputados da bancada do PSL, sua advogada Karina Kufa e o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga.

 

O encontro não constava na agenda oficial do presidente, mas foi confirmado pela assessoria do Palácio do Planalto. Bolsonaro recebeu parlamentares e os advogados um dia após sugerir a um apoiador que esquecesse o PSL, partido ao qual é filiado.

 

Na oportunidade, um homem se apresentou como pré-candidato do PSL em Recife e ouviu de Bolsonaro que era para esquecer a legenda. Bolsonaro ainda disse para o apoiador que o presidente do partido, o deputado federal Luciano Bivar (PE), estava "queimado".

 

Diante do episódio registrado nesta terça-feira (8), surgiram rumores de uma possível saída de Bolsonaro do PSL, partido ao qual se filiou em 2018 para disputar a eleição.

 

A reunião de Bolsonaro com parte da bancada do PSL e com os advogados ocorreu na tarde desta. Kufa defende o presidente em processos e Admar tem se reunido com Bolsonaro, nos bastidores o ex-ministro é tratado como uma espécie de conselheiro jurídico.A reunião de Bolsonaro com parte da bancada do PSL e com os advogados ocorreu na tarde desta. Kufa defende o presidente em processos e Admar tem se reunido com Bolsonaro, nos bastidores o ex-ministro é tratado como uma espécie de conselheiro jurídico.

 

O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) em entrevista a jornalistas — Foto: Guilherme Mazui/ G1 Política

O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) em entrevista a jornalistas — Foto: Guilherme Mazui

 

Após o encontro desta quarta, o deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) conversou rapidamente com jornalistas, mas evitou entrar em detalhes sobre o que foi discutido com Bolsonaro.

 

Segundo Bibo, os deputados presentes fizeram um “pacto” de não comentar o que foi acertado no encontro, que será divulgado posteriormente. O parlamentar reiterou o apoio ao presidente da República.

 

“Temos problemas que serão bem solucionados, bem solucionados. O Brasil vai ganhar com essa solução. Eu defendo o melhor para o Brasil. Seguir na linha Bolsonaro, que é o melhor para o Brasil. Participou [da reunião] um grupo bom de deputados que querem o melhor do Brasil”, disse.

 

Nesta quarta, o presidente do PSL foi questionado à colunista do G1 e da Globo News Andréia Sadi sobre se Jair Bolsonaro deixará o partido e se já houve uma conversa sobre o assunto.

 

"A fala dele foi terminal, ele já está afastado. Não disse para esquecer o partido? Está esquecido", respondeu Luciano Bivar.

 

A advogada Karina Kufa e o ex-ministro do TSE Admar Gonzaga em entrevista a jornalistas — Foto: Guilherme Mazui/ G1 Política

A advogada Karina Kufa e o ex-ministro do TSE Admar Gonzaga em entrevista a jornalistas — Foto: Guilherme Mazui

 

‘Desconfortável’

Karina Kufa e Admar Gonzaga também concederam entrevista depois da reunião. Segundo Gonzaga, os deputados pediram a reunião com Bolsonaro.

 

Questionado sobre se Bolsonaro deu algum indício de que deixará o PSL, o ex-ministro do TSE disse que o presidente está “desconfortável” com a situação com o partido e que “questões serão avaliadas.

 

“Ele não revelou esse tipo de comportamento [sair do partido]. Ele só está desconfortável com a situação e vamos avaliar as questões”, disse Gonzaga. Fonte: G1

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
São Paulo - SP
Atualizado às 18h36
19°
Nuvens esparsas Máxima: 24° - Mínima: 15°
19°

Sensação

20 km/h

Vento

78%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio