violência

Polícia quer ouvir nesta sexta aluno que esfaqueou professor em escola da Zona Leste de SP

Polícia também pediu a apreensão do adolescente de 14 anos, mas MP ainda não se manifestou.

20/09/2019 12h15
Por: Redação
58
Foto: Reprodução/SPJ
Foto: Reprodução/SPJ

A Polícia Civil quer ouvir na manhã desta sexta (20) o adolescente de 14 anos que esfaqueou o professor de geografia Luís Marcos Notario no CEU Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo. O professor também deve ser ouvido. O ataque ocorreu na manhã desta quinta (19). Após atacar o professor, o aluno se feriu com a própria faca.

 

Por volta das 10h30, policiais estavam nos hospitais onde os dois estão internados para tentar entender como o ataque aconteceu e qual teria sido a motivação.

 

De acordo com o delegado Hélio Bressan, as conversas não são depoimentos formais. “Ainda há provas que podem ser coletadas, nós não podemos perdê-las. Isso pode estar tanto na fala do adolescente, quanto do professor. A gente vai tentar informalmente conversar com ambos para saber se existe mais alguma coisa que precisa ser apreendida. Já apreendemos celular e computador”.

 

A mãe do adolescente autorizou a quebra de sigilo do celular do menor, mas policiais querem que ele forneça a senha do aparelho e do computador.

 

Na manhã desta sexta, a polícia já tinha ouvido sete testemunhas. Dois policiais militares, três professores do CEU, um inspetor da escola e a mão do adolescente.

 

Pedido de apreensão

 

O caso foi registrado como ato infracional de tentativa de homicídio e a polícia pediu a apreensão do adolescente. O Ministério Público ainda não se manifestou. Enquanto isso, ele continua internado no Hospital das Clínicas sob escolta policial.

 

Procurado, o HC informou que o adolescente “está estável no quarto”. .

 

Luís Marcos Notario passou nesta quinta por uma cirurgia de aproximadamente quatro horas no Hospital Estadual Vila Alpina, Zona Leste da capital, e continua internado. Segundo familiares, ele está consciente e conversando. De acordo com um filho dele, Luís Marcos disse que o aluno bateu à porta da sala onde ele estava dando aula e falou muito baixo. Luís se abaixou para entender melhor o que o adolescente estava falando quando foi esfaqueado. O professor ainda está na UTI, sem previsão de ir para o quarto. Fonte: G1

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
São Paulo - SP
São Paulo - SP
Atualizado às 18h13
19°
Nuvens esparsas Máxima: 24° - Mínima: 15°
19°

Sensação

20 km/h

Vento

78%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio