Calor

Ondas de calor na França deixaram 1,5 mil mortos em 2019

Números são menores que fenômeno semelhante em 2003, mas preocupam

08/09/2019 15h30
Por: Redação
69
Onda de calor chegou a registros de 46°C no Sul - Foto: Dominique Faget
Onda de calor chegou a registros de 46°C no Sul - Foto: Dominique Faget

As duas ondas de calor intenso registradas na França em junho e julho deste ano deixaram pelo menos 1,5 mil mortos. Apesar de trágica, a estatística é dez vezes menor do que o número de óbitos na mesma categoria no verão de 2003 - anunciou a ministra francesa da Saúde, Agnès Buzyn, neste domingo.

 

"Registramos mais 1.500 mortes em relação à média destes meses, embora o número seja dez vezes menor do que as provocadas pela onda de calor de 2003", afirmou a ministra, em declarações à France Inter e Franceinfo.

 

Em 28 de junho, a França superou seu recorde histórico de temperatura absoluta desde que essas medições são feitas, com 46°C no sul do país. "Destas 1,5 mil mortes adicionais, quase metade foi de pessoas acima de 75 anos, mas também houve adultos, inclusive jovens", acrescentou Buzyn, referindo-se a mortes "no âmbito do trabalho".

 

A onda de calor mais letal na França aconteceu no verão de 2003, com 15 mil mortes relacionadas às temperaturas excessivas. Fonte: Correio do Povo

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
São Paulo - SP
Atualizado às 08h19
18°
Muitas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 14°
18°

Sensação

11 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas