Política

PF diz que Maia cometeu corrupção, falsidade ideológica e lavagem

Processo enviado ao Supremo Tribunal Federal foi realizado a partir de delações de executivos da Odebrecht

26/08/2019 19h29
Por: Redação
51
PGR tem 15 dias para decidir se vai denunciar Maia Gabriela Biló/
PGR tem 15 dias para decidir se vai denunciar Maia Gabriela Biló/

A Polícia Federal enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) as conclusões de um inquérito no qual sustenta haver "elementos concretos e relevantes" de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cometeu os crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro a partir da delação de executivos da Odebrecht.

 

Em documento enviado ao STF, a PF diz que Maia e o pai dele, o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia (DEM), cometeram uma série de crimes e relata, por exemplo, que ambos cometeram o crime de corrupção passiva ao pedirem e terem recebido contribuições indevidas do grupo nos anos de 2008, 2010, 2011 e 2014.

 

As conclusões do inquérito foram encaminhadas ao relator no Supremo, ministro Edson Fachin, que deu prazo de 15 dias para que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, decida se vai oferecer denúncia contra Maia, o pai dele e outras três pessoas que a PF sugeriu o indiciamento.

 

Copyright © Thomson Reuters. Fonte: R7

São Paulo - SP
Atualizado às 03h48
21°
Poucas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 21°
21°

Sensação

9 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias